Realizar uma boa gestão de pequenas empresas ajuda a garantir que os negócios, mesmo com algumas dificuldades, possam se tornar bem-sucedidos. Para isso, é crucial tomar alguns cuidados básicos que envolvem desde melhorias na rotina, até o acompanhamento da dinâmica do mercado.

A seguir, listamos 5 dicas que vão ajudar você a aprimorar o desempenho e auxiliar a manter a perenidade da empresa. Continue com a leitura para saber quais são elas!

1. Crie controles financeiros

Um dos pontos mais importantes na gestão de pequenas empresas envolve acompanhar as finanças, os resultados e garantir a saúde financeira. Sem isso, dificilmente um empreendedor consegue saber se está operando com lucro (ou prejuízo) e se há o que fazer para alcançar melhorias.

Portanto, é preciso criar e manter controles que ajudem no acompanhamento do fluxo de caixa, da disponibilidade de capital de giro, do faturamento, do grau de recebimentos, da lucratividade, da rentabilidade, entre outras coisas.

2. Use ferramentas que ajudem a otimizar a rotina

Existe uma variedade muito grande de aplicativos — muitos deles gratuitos — que ajudam a organizar o dia a dia. Dentre alguns exemplos, podemos citar:

  • Google Agenda: que permite anotar compromissos, criar lembretes e até mesmo organizar e compartilhar reuniões;

  • Evernote: permite criar notas, de novas ideias a lista de tarefas;

  • Skype: um aplicativo voltado para a comunicação, permite realizar ligações e chamadas de vídeo. É um ótimo recurso para realizar reuniões a distância e economizar com telefonia.

3. Conheça seu cliente

Para que um negócio se torne bem-sucedido, o foco deve estar sempre em satisfazer os clientes, haja vista que sem eles a empresa deixa de ter razão de existir.

Entretanto, a melhor forma de satisfazê-los é por meio do conhecimento. Saber quais são as preferências de um cliente, como prefere ser tratado, seus hábitos de compra, entre outas informações importantes, é fundamental para oferecer uma experiência de compra aprimorada e fidelizá-lo.

4. Estude a concorrência

É possível aprender muito observando os concorrentes. Observar suas estratégias de atuação ajuda a identificar as melhores práticas e encontrar um modo de usá-las para aprimorar seu método de trabalho.

Além disso, também vale a pena levantar quais são os principais motivos de reclamação dos clientes dessas empresas. Isso permite que você saiba o que os outros não conseguem oferecer e utilize isso em seu negócio para atrair um público maior.

5. Conte como uma assessoria jurídica para gestão de pequenas empresas

Todo negócio está sujeito a lidar com demandas judiciais — relacionadas à tributação, questões trabalhistas ou comerciais, por exemplo —, principalmente quando o gestor não possui um conhecimento mais aprimorado a respeito da legislação.

A questão é que muitos empreendedores deixam para procurar um advogado somente quando existe essa necessidade de ser representado. O problema é que isso faz com que muito dinheiro seja gasto, aumentando o risco de comprometer a saúde financeira da empresa, algo que poderia ser evitado com a contratação de uma assessoria jurídica.

Essas são apenas algumas das questões que ajudam a garantir uma boa gestão de pequenas empresas. Ainda existem outros pontos importantes, como a separação das contas entre pessoa jurídica e física, a inovação, a negociação com fornecedores e uma boa liderança da equipe de trabalho.

Gostou desse artigo? Quer aproveitar para aprender mais? Então confira agora mesmo este artigo que explica tudo o que você precisa saber sobre controle de horas extras!